Adicione

Pensar Não Dói no Facebook Pensar Não Dói no Twitter Pensar Não Dói no Orkut

Leia os artigos no e-mail:

Siga o blog

Sim, a esquerda é o Terror

A esquerda nasceu promovendo o Terror, promoveu o terror em todos os países em que obteve domínio incontestável e continua promovendo degradação moral, miséria e tirania ao redor de todo o planeta. Como ela consegue isso, tendo o histórico que tem? Com a colaboração de suas vítimas.

urna-eletronica-mao

Meu amigo Alyson Vilela novamente me proporcionou uma excelente oportunidade de reflexão. Ele postou o seguinte texto no Facebook: 

A ideologia do terror sempre foi um método eficiente de manter o poder e fazer o povo comer nas mãos de quem pode.

Na Idade Média, o terror se dava pela ideia do inferno e do diabo e o poder que os do topo tinham de nos livrar deles.

Hoje, o inferno e o diabo não assustam tanto. Logo, a estratégia se mantém, mas com outro nome. E o terror deixou de se chamar inferno ou diabo e passou a se chamar esquerda. 

Esta é a resposta que eu escrevi lá, mas resolvi trazer para cá, porque vale a pena ficar disponível para releitura: 

Alyson, a diferença é que o inferno era um terror imaginário e a esquerda é um terror real. Aliás, a esquerda nasceu promovendo o Terror, literalmente.

Robespierre, o artífice dos Direitos do Cidadão, da Liberdade de Imprensa e da primazia da República sobre outros sistemas políticos, tão logo assumiu o poder cassou os Direitos do Cidadão, cassou a Liberdade de Imprensa e implantou uma ditadura sanguinária que entrou para a história com o nome de “O Terror”.

Qual a corrente política de Robespierre? Jacobino, associado aos Sans-Culotes. Ou seja, PT, associado ao PSOL e ao PC do B. A esquerda já nasceu negando tudo que defendia quando não estava no poder e tocando o terror. Ou melhor, o Terror, com maiúscula. 

Mas foi com Marx e seu Manifesto do Partido Comunista que a esquerda obteve sua Bíblia e transformou a luta de classes, a violência revolucionária e a ditadura do proletariado em dogmas. Estes dogmas são a base do pensamento comunista/socialista até hoje, que é o regime que a esquerda defende abertamente e tenta implantar.

Curiosamente, a esquerda nega que o comunismo/socialismo que defende seja o mesmo comunismo/socialismo que já foi implantado em mais de 60 países e em todos, sem exceção, tenha ou sido abandonado rapidamente (porque perceberam o tamanho da estupidez que estavam fazendo) ou gerado degradação moral, miséria econômica e tirania política. Nunca foi o “verdadeiro” comunismo/socialismo. A próxima versão, evidentemente, sempre será a “verdadeira”.

Não é implicância. A esquerda é enganadora. Repito: em 100% dos casos em que atingiu o poder, a esquerda implantou um regime horrível e gerou muito mais sofrimento do que os regimes anteriores, por piores que fossem. A cúpula da esquerda é sempre uma quadrilha criminosa que sabe manipular muito bem a repulsa natural da juventude ao egoísmo da direita. Só que, se a direita é um lixo – e é – a esquerda é dez vezes pior.

Pensa bem: eu odiava a direita na minha juventude. Nunca dei bola para o que aqueles imbecis falavam. Meus amigos eram todos de esquerda. Eu vivia em uma atmosfera cultural de esquerda. Então, não foi ouvindo a direita me doutrinar que eu peguei nojo e repulsa da esquerda – foi ouvindo os esquerdistas e observando a prática dos partidos de esquerda.

Quando inúmeros simpatizantes rejeitam uma ideologia do modo como eu rejeitei tudo que venha da esquerda – do mesmo modo como milhões de pessoas a rejeitam ao chegar à maturidade – não é porque foram seduzidos e convertidos pelo inimigo, é porque perceberam que o verdadeiro inimigo era a própria ideologia em que acreditavam.

Infelizmente, muitas das mesmas pessoas que foram para os braços da esquerda porque rejeitavam a direita, ao compreender o quanto a esquerda é perniciosa e perigosa, vão agora para os braços da direita porque rejeitam a esquerda. Este é um fenômeno natural: estas pessoas já haviam feito o mesmo uma vez, pelos mesmos motivos. Só estão repetindo um padrão.

A esquerda forma, assim, seus próprios inimigos, arrastando o mundo para um embrutecimento contínuo. É por isso que não é exagero algum dizer que toda ideologia de esquerda é uma ideologia de ódio.

Eu não considero razoável pular para os braços da direita ao perceber que a esquerda é ainda pior. Mas é ainda menos razoável permanecer apoiando a esquerda, votando nela, conferindo-lhe poder, para que em cada “avanço” ela dê mais um passo á esquerda, até que a ladeira escorregadia do autoritarismo esquerdista esteja tão inclinada que se torne inevitável passar por um longo ciclo de totalitarismo e abuso.

Isso aconteceu todas as vezes que a esquerda assumiu o poder sem que houvesse forças que a pudessem frear. Todas as vezes. Mais de sessenta vezes. A história está cheia de exemplos. E não há nenhuma exceção. Nenhuma. Em mais de sessenta países. É estúpido insistir no erro. É burrice insistir no erro.

Não importa a porcaria do maldito discurso que a desgraça da esquerda use para seduzir os jovens, não importa as comparações que faça com os regimes totalitários de direita, não importa o quanto a direita seja ruim, não importa o quanto outras ideologias tenham sido monstruosas, a verdade é nunca um regime de esquerda deu certo. Nunca. 

A esquerda não é uma solução. A esquerda é um problema. A esquerda é um problema gravíssimo. E o fato de tanta gente continuar acreditando na esquerda apesar de toda a evidência histórica de que isso é uma monstruosa estupidez é um sinal claro de quanto é grave o perigo que a esquerda representa.

Por tudo isso eu digo aos que são mais jovens que eu: abram os olhos. Não sejam idiotas úteis. Não cometam a estupidez de dar ouvidos ao que os partidos de esquerda e ao que os ideólogos de esquerda dizem. É tudo mentira. As palavras podem ser bonitas, os discursos podem ser bonitos, mas a história de todo o planeta desmente tudo aquilo. Pesquisem. Sessenta países já foram estúpidos ao ponto de não entender isso. Que o Brasil pule fora deste rumo de perdição enquanto ainda é tempo. 

Arthur Golgo Lucas – www.arthur.bio.br – 17/04/2014 

Os gladiadores

Era uma vez dois gladiadores. Eles lutaram e um deles matou o outro, que foi substituído por um terceiro. 

polícia_e_ladrão

Pouco importa quem morreu. A turba queria sangue e o imperador apontou o dedo para baixo, sorrindo, a salvo. 

A turba sabe que os gladiadores são recrutados em suas fileiras. Mas todos acham que o espetáculo tem que continuar. 

Spartacus não perdeu nada. Quem pensa o contrário é um tolo iludido. 

Arthur Golgo Lucas – www.arthur.bio.br – 17/04/2014

Mudanças

Mudanças. A sina inescapável de um mundo marcado pela impermanência. Mudam as estações, mudam nossas vidas, mudam nossos destinos. Mudei eu de moradia e mudaram o blog e a página do Pensar Não Dói no Facebook. 

mandelbrot-antenn01

Mudei também de papel de parede no notebook. Este é o Conjunto de Mandelbrot, a imagem fractal mais famosa do mundo, em uma apresentação espetacular.

Mudei de casa neste final de semana. Saí da casa onde passei alguns meses acampado na garagem e voltei para um apartamento térreo cuja paisagem ao redor é de paredes por todos os lados e cuja garagem tem uma rampa de acesso tão inclinada que só permite entrar com o carro vazio e mui-to-de-va-gar para não raspar o fundo. Grunf. 

Já fui brindado com um vizinho ouvindo música brega e outro vizinho xingando o juiz da final do campeonato catarinense, tudo na tarde de domingo. Grunf duplo. 

Apesar dos pesares, acho que foi uma mudança para melhor. O local é mais silencioso, não tem trânsito em frente, não tem mosquitos e apesar de ser um apartamento térreo tem mais privacidade. Além disso, fica mais próximo de um supermercado e da casa dos meus amigos. 

Fiquei contente com a mudança e resolvi aproveitar a ocasião para fazer também algumas mudanças que havia tempos eu estava querendo fazer aqui no blog e na página do Facebook. 

O blog passa a levar meu nome, embora eu ainda não tenha certeza se vou deixar “Blog do Arthur” ou se vou simplesmente usar meu nome completo. O novo layout é provisório, para que os antigos leitores se acostumem com a minha foto no lugar da imagem do Darwinito. 

As razões destas mudanças são duas. 

Primeira: o internauta médio julga um site em poucos segundos, sem ler quase nada. Como eu falo muito sobre temas sérios e até pesados da atualidade, muita gente chega ao blog pelo Google. Esses internautas chegavam procurando uma notícia séria, davam de cara com a imagem do Darwinito e fechavam a página sem ler. 

Nos próximos dias vou promover uma transição e depois vou verificar se o Darwinito estava mesmo causando rejeição. Conforme for, tudo pode mudar novamente. Ou não. Veremos. 

Segunda: o compartilhamento automático no Facebook aparecia sob o nome “Pensar Não Dói” na linha do tempo dos meus amigos, e várias pessoas reclamaram que isso parecia agressivo, como se a pessoa que estava compartilhando o artigo as estivesse acusando de não pensar. Além disso, parecia que os meus artigos eram de autoria de quem os estava compartilhando. Cheguei a perder compartilhamentos automáticos por causa destes dois fatores. 

Nomeando o blog com meu próprio nome, tanto esta aparente agressividade quanto quaisquer confusões quanto à autoria dos artigos desaparecerão. 

A página do Facebook intitulada “Pensar Não Dói” não pode mais ser renomeada, porque já tem mais de 200 curtidas (314 curtidas hoje), então eu decidi ampliar um pouco o alcance dela e também divulgar automaticamente uns poucos blogs de alguns amigos. 

Deste modo ela passará a ser uma agregadora de blogs que fazem pensar e manterá a proposta e o estilo que quem já curtiu a página espera encontrar nela. (Essa mudança não afeta os compartilhamentos automáticos dos outros blogs que eu divulgo na minha linha do tempo.) 

É isso, então. O blog vai ficar com uma cara mais “coluna de revista” e a página do Facebook vai ficar um pouco mais abrangente e movimentada. 

Mudanças. Elas estão por toda a parte, o tempo todo. Espero que estas tenham sido para melhor. Caso contrário, virão novas mudanças… 

Arthur Golgo Lucas – www.arthur.bio.br – 14/04/2014 

Som na caixa, Brasil! – análise do ocorrido

Antes de tudo: o fato relatado no artigo anterior é real e a estratégia escatológica funcionou. Os vizinhos nunca mais foram perturbados por som alto vindo do apartamento 302. Mas o episódio impõe uma reflexão sobre os rumos de nossa sociedade e de nosso Estado. 

Caixas de som 500-2

[Ler texto completo]

Som na caixa, Brasil!

Duas horas da manhã e o som bombando a milhão no apartamento 302. Dona Maria, do 404 – do outro lado do prédio – não conseguia dormir. Telefonou para pedir para o vizinho baixar o som. A resposta que ouviu é impublicável. 

Ensaio semi-ficcional

Caixas de som 500

[Ler texto completo]

Como enfrentar a ameaça das superbactérias

A Veja Online de 06/04/2014 traz a assustadora reportagem “A era pós-antibiótico“, que informa que podemos estar prestes a regredir à mesma situação de quando não existiam antibióticos. O perigo é devido ao desenvolvimento de bactérias multirresistentes (imunes a qualquer antibiótico), que decorre do uso indiscriminado de antibióticos. Mas a solução não é proibir que as pessoas se automediquem. 

superbactéria_

[Ler texto completo]

Trânsito e cidadania

Os automóveis são uma ótima solução para a mobilidade urbana e interurbana, tanto que todo mundo quer ter um automóvel. Por que raios a solução sugerida para os problemas como engarrafamentos e dificuldade de estacionamento é sempre proibir e penalizar ao invés de oferecer algo melhor? 

Engarrafamento

[Ler texto completo]

Estudo científico mostra que vegetarianos são menos saudáveis

Pesquisa da Universidade de Medicina de Graz, da Áustria, mostra que não comer carne é prejudicial à saúde. Isso deveria ser óbvio: privar um organismo de um importante item da dieta natural da espécie não poderia fazer bem à saúde – e o ser humano é onívoro. 

churrasco-com-salada

[Ler texto completo]

O valor da precaução

Passei dois anos lapidando a configuração do meu computador até ela ficar exatamente do jeito que eu queria… E, quando eu estava realizando uma tarefa crítica de atualização do sistema, que só realizo mais ou menos uma vez a cada dois anos, deu pau no ÚNICO programa que não podia dar pau, justamente o programa que faz a atualização e os reparos no sistema.

PC DESTRUIDO

Dá vontade, mas não adianta nada…

[Ler texto completo]

CNPND: Protocolado pedido de impeachment de Dilma

O senador Mário Couto, do PSDB-PA, acaba de discursar na tribuna do Senado e informar que protocolou hoje à tarde (1°/04/2014) o pedido de impeachment de Dilma na Câmara dos Deputados. O presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves, do PMDB-RN, já avisou que não abrirá o processo contra a aliada. 

 

dilma-impeachment

[Ler texto completo]